“O Hospedeiro”, de Ana Rosenrot

Na sessão de produções amadoras, a ideia é procurar e reunir curtas de realizadores e realizadoras brasileiras de trash e/ou terror (até porque eu mesma adoro fazer os meus próprios, mais para diversão, do que para ser sério!).

Para inaugurar a sessão, o curta-metragem “O Hospedeiro”, de Ana Rosenrot. Nas palavras da diretora, “esse é meu trash estilo filmes B antigos”.

E você, também tem seu curta amador? Entre em contato comigo!

 

ana rosa.jpg

Ana Rosenrot, de Jacareí-SP, tem 38 anos, é escritora, pesquisadora e colunista de cinema para a revista Suíça “Varal do Brasil” desde 2013, com trabalhos expostos no Consulado da Suíça e no Principado de Liechtenstein; começou a criar seus próprios curtas-metragens em 2012, participando de festivais e mostras, incluindo 21º Festival de Vitória, o Cinefest Gato Preto (20
15), a Mostra do Filme Livre (2014-2016) e o Festival do Minuto (destaque 2015), recebeu também 6 estatuetas do Prêmio Corvo de Gesso (2013-14-15). Em 2013 juntou forças com a produtora independente V Produções, participando como Diretora, Assistente de Direção e Diretora de Arte em diversos filmes, entre eles os longas-metragens: “Iandara”, “Steve Cicco – Missão Popoviski”, “Contos da Morte” e os curtas  “Corpo Seco”, “O Duende”, “A Paralisia do Sono” e “Samantha”, sem nunca deixar sua paixão em produzir de forma independente curtas surrealistas e de terror/horror. É curadora da “Monstro – Mostra de cinema Fantástico de Jacareí”, que caminha para a 3ª edição.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s