Da imagem-câmera e 5 found footages de terror para assistir no NETFLIX

Pode parecer estranho, mas o que me levou a gostar de filmes de terror como gosto hoje, foi o gosto por documentários e pelas fronteiras entre ficção e documentário. Um dos referenciais teóricos com o qual tenho trabalhado desde 2010 é o de Fernão Ramos, cujos conceitos partem de perspectivas fenomenológicas, pensando a experiência do espectador.

_rec__poster_by_glyn83-d4qljjl.png

O termo imagem-câmera, o próprio nome do meu blog, é uma das ideias centrais e diz respeito ao momento da circunstância da tomada – em outras palavras, ele lança o espectador ao “aqui e agora” do momento da filmagem. Ramos discute a imagem-câmera e outros conceitos tão importantes como em relação a documentários.

Em um artigo que ainda não publiquei, faço uma ressignificação do conceito para analisar filmes de found footage, aqueles tipo Bruxa de Blair, REC e Atividade Paranormal, que partem do pressuposto de que uma “fita”/filmagem foi encontrada e o que você, espectador, está assistindo é a essa gravação, normalmente feita por uma equipe de filmagens, amadora ou profissional.

O que mais me chamou a atenção nesses tipos de filme, que são “falsos documentários” contando histórias de terror, é tentar entender se, como e porquê os found footages funcionam tão bem para o gênero ao lançar o espectador à circunstância da tomada (imagem-câmera) em situações apavorantes.

Foi nessas investigações que eu me apaixonei pela criatividade e inovações técnicas constantes dos filmes de terror. Desde então, tenho dedicado grande parte do meu tempo não só a filmes clássicos de horror, mas também, e principalmente, a found footages. Me apaixono a cada novo recurso criativo responsável por causar medo no espectador, como colocar a câmera em um ventilador, daqueles que rodam em meia lua (existe isso?), aumentando consideravelmente a expectativa de algum acontecimento, trabalhando profundamente no medo de levar um susto – que, na minha opinião, é muito mais poderoso do que o próprio susto.

Enfim, quis revelar um pouco das minhas paixões, das minhas trajetórias e o porquê do meu blog se chamar imagem-câmera. Aproveitando a deixa, para quem tiver interesse, selecionei cinco filmes de terror found footage disponíveis no NETFLIX, para maratonas, já que o final de semana está logo aí. Não deixe de reparar nas situações e nos recursos criativos! Não é uma lista incrível, a maioria tem uma estrela só na avaliação dos usuários do Netflix, mas vale a pena para pensar um pouco sobre o que falei aqui, principalmente os números 1, 2 e 5.

  1. Cloverfield: Monstro

O melhor found footage atualmente no Netflix, Cloverfield: Monstro é extremamente criativo. Cria situações inusitadas, tudo em um só ponto de vista: a câmera amadora que grava a festa de despedida de um amigo.

cloverfield 1.jpg

2. Atividade Paranormal 3

É o que tem a cena do ventilador. Vale muito a pena para nos lembrar porque gostamos de filmes de terror, e porque o terror às vezes é engraçado.

paranormal-activity-3.jpg

 

3. Atividade Paranormal 2

A premissa para a existência do filme é a seguinte: a irmã grava um vídeo para seu irmão recém nascido. Coisas estranhas começam a acontecer e câmeras de segurança são instaladas. O filme intercala essas imagens. É interessante para refletir as funções de cada um desses tipos de imagem-câmera.

contest_paranormalactivity2.jpg

4. Apollo 18

Ficção científica e o medo do desconhecido junto a imagens-câmera de found footage: parece que vai ser um filme chato por se passar somente em uma locação, mas cria muito bem um suspense, mesclando relações pessoais, medos naturais vindos de isolamento e até de extraterrestres.

Apollo_18_capa.jpg

5. Diário dos Mortos

“Eu usei tais câmeras e editei no computador do fulano. Além de querer te contar a verdade, eu acrescentei trilha sonora para te assustar também”. Algo assim é a fala inicial do filme, que se passa em um apocalipse de zumbi. O filme se revela como dispositivo desde o primeiro momento, avisa que vai te assustar, te prepara como espectador, e mesmo assim é bem sucedido. Do mestre dos zumbis, George Romero, uma boa indicação!

Diary-Of-The-Dead-diary-of-the-dead-4687036-2560-1684.jpg

 

 

-> Não veja: Quarentena. Se quiser, procure pelo original, o REC, é um dos melhores filmes de terror dos anos 2000. O remake hollywoodiano deixa muito a desejar.

-> Ainda não assisti, mas parece ser legal: Creep.

 

E aí, deixei algum de fora? Comente aí o que você achou ou se já assistiu a outros…!

Anúncios

2 comentários sobre “Da imagem-câmera e 5 found footages de terror para assistir no NETFLIX

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s